Páginas

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

CAPÍTULO 39 - "Fascinaste-te com outro mundo, um mundo que não é o teu... "

No dia seguinte, acordei com o inuito de me dirigir a uma papelaria para ver se a revista já tinha sido publicada.
Tomei um banho, vesti-me e fui tomar o pequeno-almoço. Já era quase hora de almoçar, pois ontem tinha chegado tarde a casa e tinha acordado tarde, também.

I Love Cookies

O Fábio, provavelmente, estaria ainda a dormir. Depois de tomar o pequeno almoço, dirigi-me ao local onde frequentemente comprava algumas revistas, jornais para o meu pai, ou até mesmo pastilhas.
No caminho, recebi um telefonema da Joana.

- Estou? - atendi.
- Olá. - respondeu. - Estás boa?
- Sim... E tu?
- Também. Não temos falado quase nada...
- Pois. - disse eu num tom amargo.
- Olha, liguei-te porque tu estás na capa de uma revista! Já viste?
- Não, mas estou a caminho da papelaria. Eu já sabia, fomos entrevistados ontem, no Shine.
- Ah...
- Os teus amigos não te convidaram? - perguntei com ironia.
- Que amigos?
- Não sei... O Javi, por exemplo.
- Oh Katyanne, fogo! Pára com isso!
- Ok, ok, desculpa. - respondi, não dando importância.
- Katte, não achas que devíamos parar com isto? - perguntou ela após um compasso de espera.
- Sim... - disse eu, a seguir a um longo suspiro. - Se calhar tens razão...
- Bolas, nós éramos como irmãs! Agora afastaste-te assim de mim...
- Não vás por aí. Tu sabes muito bem o meu motivo!
- Mas... Olha, não vamos falar disto. O assunto é entre mim e o Hugo, vamos fingir que nada aconteceu, está bem?
- Ok, vou tentar... - disse-lhe. - Mas só mesmo porque gosto de ti!
- Eu também gosto muito de ti. Não quero perder a tua amizade!
- Queres ir dar uma volta logo, para conversarmos melhor?
- Sim, pode ser.
- Então depois mando-te mensagem, para vermos as horas. Agora vou comprar a revista.
- Está bem. Então até logo.
- Até logo, beijinho.

Desliguei a chamada e entrei na papelaria. Pedi a revista VIP e reparei que o senhor que ma vendia, estava curioso pela minha fotografia na capa. Ainda assim, limitou-se a ser profissional e a trocar comigo as palavras habituais pela ligeira confiança que possuíamos. Paguei e saí da papelaria, nunca olhando para aquela capa. Dirigi-me a casa, e só lá é que fui ler o artigo.

Não éramos a notícia principal da capa, mas tínhamos um certo destaque na mesma.
Podia ver-se uma foto de ambos, e escrito estava "Coentrão assume namoro com estudante de 18 anos.". Já esta frase, não me deixava muito satisfeita, mas folheei as páginas da revista, para ler o conteúdo.

"Fábio Coentrão esteve presente ontem, na discoteca Shine, juntamente com alguns colegas do Benfica. Com ele, estava a sua namorada, Katyanne, de 18 anos. Como já tinha sido especulado, o casal já namora há quase um ano e só agora decidiu assumir.
"A Katyanne não é uma conquista. É a minha namorada, a mulher da minha vida." foi uma frase dita por Fábio Coentrão, demonstrando o amor que sente pela jovem.
O namoro com Andreia, ex-namorada do jogador, que durou cerca de ano e meio, está assim "morto e enterrado", e Fábio simplesmente recusou-se a falar sobre o assunto. Fábio e Katyanne, conheceram-se numa discoteca, e ao que parece, o jogador deixou-se encantar pela beleza da jovem. Assim, formaram uma amizade e não mais se largaram. Hoje afirmam estar felizes e muito apaixonados, e quem sabe, virão a viver juntos!"

Após ler isto, apenas detectei uma especulação falsa na última frase. Nós nunca tinhamos dito que iríamos viver juntos! Todavia, o artigo estava no geral, razoável, e as informações não nos prejudicavam em nada, por tanto, estava de consciência tranquila.
Com mais algumas fotos e textos a encher as páginas, terminei de ler tudo e fechei a revista. Mandei um sms ao Fábio a dizer-lhe que já tinha lido a revista e aproveitei também para lhe dizer que ia sair com a Joana.

**********

Fui buscar a Joana à casa dela, no meu carro, visto que ela ainda não tinha carta. Dirigimo-nos ao Centro Comercial Colombo para lancharmos e pormos a conversa em dia.

- Então, novidades? - perguntei.
- Está tudo na mesma... Ou pior.
- Pior?
- Sim! Fiquei sem o Hugo e sem ti...
- Pois...
- Sim, Katte, já sei que pensas que a culpa foi minha!
- E não foi? Joana, tu tinhas o meu irmão todo para ti e não deste valor. Sempre gostaste dele e isso via-se na tua cara, mas quando o conseguiste ter, não soubeste aproveitar. Fascinaste-te com outro mundo, um mundo que não é o teu... e deitaste tudo a perder!
- Um mundo que não é o meu? Porquê? É teu? Desde que começaste a namorar com o Fábio, tens achado que mandas no mundo! Lá por seres namorada de um jogador de futebol, pensas que esse mundinho é inalcansável para todos os outros!
- O quê???
- Sim, agora achas-te superior! Esqueces-te que os conhecemos ao mesmo tempo! Podíamos perfeitamente entrar as duas naquele círculo de pessoas, afinal de contas são pessoas normais! Mas tu atiraste-te logo à febra, para conseguires entrar no mundo dos VIP's! E eu, fico de parte!
- Ficas de parte, Joana? Quantas vezes não estiveste connosco? Quantas vezes não falaste e estiveste com jogadores?
- Quantas vezes não estive "convosco"... E porque é que tenho de ser eu a estar convosco? Porque é que não me tornei uma amiga deles, tal como tu? Porque tu nunca quiseste que eu fizesse parte desse teu círculo de amigos! Querias dar-te com a alta categoria e cagaste em mim!
- Joana, estás a ser egoísta e mentirosa!
- Mentirosa? Eu?
- Sim, tu! Sempre te deste humildemente comigo e com o Hugo, sempre foste apaixonada por ele... Começaram a namorar e tu eras a pessoa mais feliz do mundo! Mas assim que viste que eu me dava com figuras públicas, não quiseste saber do meu irmão e colaste-te logo, para te tornares amiga deles, é mentira?
- Ai, colei-me? Tu devias ter vergonha! Se fosses minha amiga, não te esquecias de mim!
- Eu não me esqueci de ti! Afastei-me porque achei que foste muito injusta com o meu irmão! Estavas a ignorá-lo completamente!
- Olha Katyanne, não te vou dizer mais nada! Fica com os teus amiguinhos e amiguinhas famosos. Colei-me a um mundo que não era meu... Um dia ainda vais precisar desta pessoa inferior a ti, e depois temos pena, dirige-te aos VIP's!

Ela virou-me as costas e foi-se embora. As palavras dela tinham-me magoado imenso! Se havia coisa que eu não sou é egoísta... Nunca me achei superior a ninguém, muito menos à Joana! Eu continuava a mesma pessoa... Já ela, parecia demonstrar-se agora uma pessoa invejosa, interesseira e egoísta. E sinceramente, preferia não lidar com uma pessoa assim...

7 comentários:

  1. Oieeeeeeeeeeee :D


    AMEIIIIIIIIIIIII :D


    BEIJINHOS*

    ResponderEliminar
  2. excelente...

    quero mais...

    continua...

    ResponderEliminar
  3. ola fofinha* , foi-me oferecido um selo e como secalhar sabes tambem tenho que o oferecer , e escolhi oferecer-te. caso o queiras passa no meu blog , copia a imagem e retira as regras , se nao tudo bem :D beijinhos ! http://aamizadefamosa.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Olá, continua a escrever... Esta fic é um must (;
    Espero que a joana e a katyane façam as pazes... e aquela mensagem misteriosa para o Fábio... Ui não deve ser coisa boa.
    Fico a aguardar com muita curiosidade pelo próximo post:) Beijnhs

    ResponderEliminar
  5. Olá =)Gosto imenso imenso da tua fic!
    Está LINDAAA :)
    Espero que a Katyanne fique bem com a Joana :c E que aquela mensagem que o Fábio recebeu não estrague as coisas c:
    Espero pelo próximo capítulo ansiosamente *-*

    ResponderEliminar
  6. Já tenho saudades de ler a tua fic, quando postas?
    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  7. Opah eu amo esta fic!!! Publica mais por favor!!!!!

    ResponderEliminar