Páginas

quarta-feira, 20 de abril de 2011

CAPÍTULO 10 - Amigos de novo

De: David Luiz :$
" Oi linda. Tudo legal?"


Para: David Luiz :$
" Oláá :$ Sim, está tudo, e contigo?"


De: David Luiz :$
" Também. Cê não pensou que eu tinha esquecido de você pois não?"


Para: David Luiz :$
" Claro que não...  :b"


De: David Luiz :$
" Ontem não tive muito tempo para fazer nada. Que é que cê andou fazendo?"


Para: David Luiz :$
" Olha, fui ontem ao sítio onde te conheci!"


De: David Luiz :$
" Sério? Nem convidou pow :("


Para: David Luiz :$
" Oh, desculpaaa"


De: David Luiz :$
" Então agora convido eu :P Só desculpo se você aceitar ir ver o jogo amanhã!"


Para: David Luiz :$
" Claro que aceito!!! "


De: David Luiz :$
" Arranjo dois bilhetes pra você, tá?"


Para: David Luiz :$
" Sim, obrigadão David, és o maior *.*"


De: David Luiz :$
" Nossa, assim fico sem jeito :$"

A conversa foi-se prolongando. Combinámos o sítio onde eu ia buscar os bilhetes, e de seguida liguei à Ju a convidá-la para ir comigo.

(...)

Era Domingo. Estava na hora do jogo! Chegámos à Luz, fui buscar os bilhetes, e entrámos de seguida. Bem, o David era uma pessoa séria, ofereceu-nos mesmo os bilhetes!
O jogo foi excelente! Ganhámos 2-0. No final, fui para o sítio onde tinha esperado o David a outra vez. Tinha combinado agradecer-lhe pessoalmente.

- As meninas não podem estar aqui. Têm que abandonar o estádio. - disse-nos o segurança.

Dissemos que estávamos à espera do David, mas este riu-se e mandou-nos sair.
Saímos, e eu liguei ao David. Ele não atendia... Tornei a ligar... Cerca de 5 vezes...Até que atendeu!

- Oi Katji !
- Olá David. Olha, fiquei à tua espera naquele sítio, mas mandaram-nos embora...
- Pois, eu já 'tava prevendo... Ond'é que cê tá?
- Agora estou cá fora, com a minha amiga... Se calhar é melhor irmos embora... É só porque ela queria ver o Rúben Amorim!
- Ei, então não vai embora não...

O David deu-me as instruções por onde ir, e foi buscar-nos a um local dentro do estádio. Com ele, podíamos andar por onde quisessemos.
A Ju estava cheia de vergonha...

- Olha, nós vamos ficar aqui um tempão, vamos jantar aqui, cês jantam connosco? - perguntou ele.
- É melhor não, isso parecia mal...

De repente avistei os jogadores, que pareciam estar à espera do David. Aproximámo-nos deles. O David fez as apresentações, e de repente aparece o Fábio, que se tinha atrasado no balneário.

Eu, o Fábio e o David ficamos os 3 a olhar uns para os outros... Ele aproxima-se, cumprimenta a Joana e depois cumprimenta-me, dizendo um "Olá" amargo.
O David vai para perto dele.

- Mano, desculpa aí. Ela ficou minha amiga... Espero que você não fique chateado, sei que vocês estão zangados. - disse o David ao Fábio.
- Achas, meu? Tás parvo... Eu conheci-a ao mesmo tempo que tu, tipo, nós já não falamos tanto, é só isso... Tá tudo na boa. - disse o Fábio.
- Vai falar com ela, vai! - disse o David.

Eu e a Joana, no meio do grupo, fomos andando em direcção ao restaurante da Luz. Eu já tinha dito ao Amorim que a Ju era louca por ele, e eles já estavam na conversa.
O Fábio estava perto de mim, e ficámos um pouco para traz a conversar.

- Então, estás boa? - perguntou.
- Sim, e tu?
- Também... Estás chateada comigo?
- Não... Tu estás?
- Não... Tu deixaste de falar comigo... Foi pela cena do cinema?
- Fábio... foi por várias coisas. Eu achei que não era bom continuar a falar contigo!
- Pois... e agora falas com o David...
- Desculpa... Eu percebi que estava a ser parva quando vi que também tinhas mudado de atitude comigo... Eu sei que tu agora devias estar mesmo chateado comigo, eu merecia.
- Não digas isso... Olha... já passou, está bem? Amigos? - disse-me sorrindo.
- Amigos! - apertei-lhe a mão e ambos desatámos a rir.

Juntámo-nos ao grupo, já tinhamos chegado ao restaurante.

- 'Tou vendo que já se falam dji novo... - disse-me o David.
- É... Foi uma coisa parva! Olha, obrigado por tudo, David. A sério. Obrigado mesmo!
- Cê não tem que agradecer, é para isso que servem os amigos.

Já tínhamos entrado no restaurante quando recebo uma chamada.

- Katyanne, onde é que tu andas??? - era a minha mãe.
- Estou no Estádio da Luz, vim jantar com os jogadores... Desculpa não ter avisado, mãe.
- O teu irmão teve um acidente!!! Estamos a ir agora para o hospital!
- O quê??? - disse alto, deixando a Ju preocupada.
- Vem-te embora, vai ter ao hospital!
- Mas, ele está bem???
- Eu acho que não! Vá, eu vou desligar! - notei que a minha mãe estava descontrolada.

Desatei a chorar...
Todos me perguntavam o que se passava.

- O meu irmão...
- O que é que tem? O que é que se passa? Diz!!! - disse a Ju, aflita.
- Teve um acidente!! Desculpa David, eu tenho de ir embora...
- Claro, claro! Eu tji levo!
- Não, não é preciso, tu já fizeste muito por mim. - disse-lhe eu.
- Eu posso levar-te. - disse o Fábio.
- A sério, deixa estar. Nós vamos de taxi.
- Eu insisto. Mano, eu já volto. Vá, venham...tem calma. - disse o Fábio.

Liguei de novo à minha mãe, para saber qual era o hospital. O Fábio deixou-nos lá.

- Olha, depois diz qualquer coisa, está bem? - disse-me o Fábio.

Abanei a cabeça dizendo que sim. Os meus olhos queriam chorar de novo.

- Vai estar tudo bem, tem calma. - deu-me um beijinho na testa. - Até amanhã.
- Até amanhã, obrigado. - disse-lhe eu.
- Tchau Joana. - disse ele.
- Tchau, obrigada. - disse ela.

Fomos a correr ter com a minha mãe.

- Mãe! O Hugo???
 (...)
Como é que ele está??? Diz-me!!!

3 comentários:

  1. FANTASTICO...

    QUERO MAIS...

    CONTINUA...

    ResponderEliminar
  2. Está lindo !
    Esse beijinho na testa...
    O que é que vai acontecer ao Hugo? Estou curiosa, quero mais!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. acabei agora de ler a tua fic e tou a gostar imenso! Tava a ver qe ainda ia haver porrada entre o caracol e o coentrão para ver qem ficava cm a rapariga :p
    o beijinho na testa, foi tão fofo *.*
    continuua! beijo

    ResponderEliminar